MULHERES COM ATITUDE | HISTÓRIAS INSPIRADORAS


Não poder votar, não poder usar uma saia, não ter o direito de sair sozinha à rua ou não ter a possibilidade de estudar só por ser mulher

Se esta realidade parece inacreditável na atualidade ocidental, não nos podemos esquecer que a evolução da sociedade só aconteceu (e continua a acontecer) graças a algumas mulheres corajosas de todo o mundo, que dedicam a sua vida à mudança de culturas, princípios e pensamentos discriminatórios, presentes no quotidiano global.

 

Dia da Mulher: 6 mulheres com histórias inspiradoras 

O Dia Internacional é delas, por isso o teu spot decidiu recordar e homenagear algumas personalidades femininas que marcaram profundamente a história de Portugal e do mundo inteiro.

Pronta para te deixares inspirar? Coloca-te confortável, com uma manta quentinha (Continente, 8€), uma música inspiradora (Worten, 11,99€), uns bombons deliciosos (Arcádia, 26€) e desfruta ao máximo deste dia, embarcando conosco numa viagem repleta de conquistas e superação!

Primeira celebração do Dia da Mulher na História

Fonte: Canal História

 

Há mais de quarenta anos, a Organização das Nações Unidas proclamou o dia 8 de março, como o Dia Internacional da Mulher. Porém, ainda hoje não existe consenso no motivo pelo qual este dia surgiu. 

Se por um lado há quem diga que serviu para recordar a importância da mulher na sociedade, por outro há quem não hesite em afirmar que é o dia ideal para recuarmos na história e relembrarmos as várias lutas feministas no combate aos preconceitos de género, políticos, culturais ou económicos. 

A verdade é que muitos capítulos da história mundial foram escritos e vividos por mulheres corajosas que ajudaram na construção da sociedade que conhecemos hoje. Queres conhecer algumas? Continua a ler e descobre as suas histórias inspiradoras!

 

Marie Curie – Primeira mulher a vencer o Prémio Nobel

Cientista e física francesa, Marie Curie nasceu a 7 de novembro de 1867, em Varsóvia, e faleceu em 1934 em França. Foi a primeira mulher a vencer o Prémio Nobel em 1903 e a única que o ganhou duas vezes.

Na infância, os seus pais lutaram para que as quatro filhas tivessem as mesmas oportunidades académicas que o seu filho. Foi assim que Marie se mudou para França, tornando-se uma mente pioneira nos estudos da radioatividade.

Marie Curie

 

Em 1898, Marie e seu marido Pierre descobriram dois novos elementos radioativos: o rádio e o polónio. Sabias que esta descoberta foi fundamental para o funcionamento dos aparelhos de raio-X que conhecemos hoje?

Após a morte do marido, Marie tornou-se a primeira mulher a ensinar na Universidade de Sorbonne, fundando também o Instituto de Rádio em Paris.

Uma verdadeira inspiração, não é? Podes encontrar a sua biografia neste livro emocionante (Bertrand, 60,42€) ou até mesmo no filme “Radioativo”, lançado em 2020, que nos dá a conhecer o legado, as relações amorosas e as descobertas científicas desta mulher corajosa!

Cena do filme “Radioativo”

 

Malala – Jovem ativista paquistanesa 

Malala Yousafzai é uma das jovens ativistas mais inspiradoras da atualidade. Nasceu em 1997 e com apenas onze anos, iniciou um movimento pelo direito à educação, através de um blogue anónimo onde descrevia a sua vida durante o regime Talibã no Paquistão. 

Inspirada pelo pai, Malala defendeu publicamente a educação das raparigas, atraindo a atenção de importantíssimos órgãos de comunicação internacionais e vencendo o Prémio Nobel da Paz em 2014. 

Malala Yousafzai

 

Porém, com apenas quinze anos foi baleada no caminho para a escola, por talibãs de um movimento islâmico. Após sobreviver ao ataque, Malala mudou-se para o Reino Unido, onde vive com a sua família desde então. 

Mas esta jornada difícil não lhe retirou a esperança. Pelo contrário! A jovem paquistanesa é ouvida em todo o mundo: discursa nas Nações Unidas, desafia os líderes políticos a investirem em livros em vez de balas, dá opiniões na imprensa internacional, estudou em Oxford e até já publicou dois livros, uma biografia (Bertrand, 17,90€) e outro acerca de um lápis mágico (Bertrand, 12,90€), que promete ensinar preciosas lições aos mais pequenos!

Fonte: Bertrand

 

Carolina Beatriz Ângelo – Primeira mulher a votar em Portugal

E por falar na defesa dos direitos fundamentais, na nossa lista não poderia faltar a primeira a primeira mulher a votar em Portugal.

Numa época em que apenas os cidadãos portugueses, com mais de 21 anos e chefes de família podiam votar, Carolina usou a inteligência e o poder da argumentação para conseguir um direito que hoje é extensível a todos.

Mas este não foi o seu único feito. Foi também a primeira médica portuguesa a operar no Hospital de S. José, em Lisboa, com a orientação de Miguel Bombarda. 

Para além disso, tal como podemos ver neste documentário da Assembleia da República, Carolina era um dos membros da antiga Maçonaria e da Liga Republicana das Mulheres Portuguesas, onde costurou, juntamente com Adelaide Cabete, a bandeira da República Portuguesa hasteada a 5 de Outubro de 1910. 

Uma mulher com um caráter e uma força admiráveis que marcou para sempre a história do nosso país!

Carolina Beatriz Ângelo

 

Florbela Espanca – Poetisa de literatura portuguesa

Batizada como Flor Bela Lobo, a poetisa optou pelo nome Florbela d’Alma da Conceição Espanca para assinar os poemas mais emblemáticos, guardados a sete chaves na história da literatura portuguesa.

Com um forte sentimento de tristeza, inquietação e sofrimento, foi também uma das primeiras feministas do nosso país (Bertrand, 7,50€). Transportou como ninguém os sentimentos que viveu para a poesia, com uma intensidade autobiográfica que expõe cada recanto obscuro presente no interior do seu ser. 

Florbela Espanca

 

As suas primeiras composições poéticas remontam ao ano de 1903, com o poema “A Vida e a Morte”, escrito quando Florbela tinha apenas nove anos. Foi uma das primeiras mulheres a frequentar o Liceu Masculino André de Gouveia, em Évora. Foi lá que concluiu o curso de Letras, trabalhando posteriormente como jornalista.

Obras como “O Fado” que inclui um CD com temas inéditos (Bertrand, 15€), “Sonetos” (Bertrand, 6,50€) ou o “Livro de Mágoas” (Bertrand, 5€) continuam a ser estudadas e lidas nas salas de aula de todo o país, mais de um século depois!

Fonte: Bertrand

 

Valentina Tereshkova – Primeira mulher a subir ao espaço

A 16 de junho de 1963, às 12h30, entrava na órbita terrestre a nave russa Vostok 6, tripulada pela primeira mulher cosmonauta do mundo.

Foi uma proeza pioneira. Valentina Tereshkova, uma rapariga soviética com 26 anos, tornava-se assim a primeira e mulher a subir à órbita terrestre e a olhar para o mundo de uma perspetiva acessível a poucos.

A cosmonauta russa que circulou o planeta 48 vezes, é até hoje a única que se aventurou a subir ao espaço sozinha.

Valentina Tereshkova 

 

Valentina, filha de um condutor de tratores e de uma operária têxtil, nasceu na localidade russa de Maslennikovo em 1937 e começou a trabalhar aos 18 anos numa fábrica têxtil.

Em 1958, entusiasmou-se pelo paraquedismo e três anos mais tarde começou a preparar-se para ser cosmonauta. Após vários testes, a jovem acabou por ser desafiada a viajar sozinha até ao espaço!

Testes de isolamento, horas no sistema de centrifugação, inúmeros voos em aviões a jato, aulas de engenharia espacial e centenas de saltos de paraquedas, foram apenas alguns dos treinos intensivos, que Valentina recorda, agora com 83 anos. 

Treinos intensivos de Valentina

 

O mais inspirador é que esta mulher, hoje com mais de oitenta anos, não esconde o seu desejo de conhecer Marte: “É meu planeta favorito. O mais provável é que os primeiros voos a Marte sejam só de ida, essa é minha opinião. Mas eu estou disposta” disse.

 

Catarina Furtado – Apresentadora e embaixadora de Boa Vontade do UNFPA

Que português não conhece a Catarina Furtado? “Entra-nos em casa” através da televisão desde os 19 anos, mas nunca deixou que as luzes da ribalta fossem o seu único universo, mesmo quando o país a elegeu a melhor, a mais bonita e a mais talentosa. 

Afinal, o que é que se faz quando se tem tudo? Ainda mais. Há sempre muito por explorar e vidas para salvar no mundo inteiro!

Catarina abraça a missão de dar força e o seu coração aos outros. Ao fazê-lo, mostra-nos todos os dias que é possível, mesmo com a azáfama agitada do dia a dia e com uma profissão de horários exigentes. Mostra-nos que podemos ser gigantes. Que a nossa vida seria ainda maior e melhor se déssemos as mãos e tivéssemos mais empatia pelos seres humanos que nos rodeiam!

Catarina Furtado 

 

Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) desde 2000, Catarina Furtado ajuda diferentes países sub-desenvolvidos em áreas como a saúde sexual, a igualdade de género, a violência doméstica, a discriminação, a mutilação genital feminina, a maternidade, entre muitas outras.

Em 2010, Catarina foi considerada Campeã dos Objectivos do Milénio pela ONU. Em 2012, fundou a Corações com Coroa, uma associação sem fins lucrativos, destinada a combater a desigualdade de oportunidades. 

Mais tarde, foi condecorada como Comendadora pela Ordem de Mérito de Portugal e publicou o livro “O Que Vejo e Não Esqueço” (Bertrand, 16€), que nos envolve na importância da solidariedade e nos mostra o quão enriquecedor pode ser o mundo do voluntariado.

Lançou ainda outros livros como é o caso de “Adolescer é fácil #só que não” (Bertrand, 14,40€) e “Os meus olhos de Afonso” (Bertrand, 4,90€) que retrata na perfeição a simplicidade presente no mundo mágico das crianças!

Fonte: Bertrand

 

Quem são as mulheres mais marcantes da tua vida?

Agora que já falamos sobre 6 mulheres marcantes no mundo, queremos saber quem são as mais importantes da tua vida. O Dia Internacional da Mulher é o pretexto ideal para mimares aquelas que fazem o teu dia ainda mais feliz

Podes, por exemplo, encomendar um livro inspirador na livraria online da Bertrand ou até mesmo surpreendê-las com um lanche delicioso ou uma mensagem carinhosa. A tua criatividade é o limite!

Queres ser o primeiro a receber

Todas as promoções

Usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera-se que aceita a nossa Política de Privacidade e Cookies do Alameda Shop&Spot. OK